Normas de acessibilidade em Elevadores de acordo com a ABNT

norma de acessibilidade em elevador abnt

Elevadores são equipamentos essenciais em diferentes construções, seja nos prédios com muitos andares, seja em residências que precisam garantir uma locomoção segura e prática aos moradores.

Mas na hora de comprá-los, é necessário estar atento a uma série de cuidados.

Não só em relação ao melhor modelo ou preço, mas também às normas de acessibilidade, que regem os elevadores.

Portanto, se você quer conhecer as normas vigentes no país, continue com a leitura deste artigo e descubra nos tópicos a seguir quais são os principais cuidados referentes ao tema.

ABNT NBR 9050:2015

Uma das normas de acessibilidade é a ABNT NBR 9050:2015, que rege a acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos.

Trata-se de uma das principais aliadas da pessoa responsável pela instalação de elevadores e plataformas em locais públicos.

A norma explica o que deve ser feito para que o elevador ou a plataforma se tornem acessíveis a todos os indivíduos, inclusive, aqueles que fazem uso de cadeira de rodas.

Assim, dita as inclinações das rampas, o tamanho da área para manobrar a cadeiras de rodas, o uso de mapa tátil e outros aspectos.

Claro que além dessas normas, o responsável pelo projeto deve considerar as normas técnicas específicas para elevadores e plataformas, para que outros fatores além da acessibilidade sejam levados em conta.

Norma: ABNT NBR ISO 9386-1

Outra das normas de acessibilidade importantes a que se deve ter conhecimento é a ABNT NBR ISO 9386-1, que se refere às plataformas de elevação motorizadas para indivíduos com mobilidade reduzida.

plataforma elevatoria acessibilidade externa
ABNT NBR ISO 9386-1 – Referente a Plataformas de acessibilidade

Nela, estão previstos os requisitos para garantir a segurança no seu uso, bem como as dimensões necessárias e operação funcional. Também é importante que o cadeirante tenha acesso ao painel de controle para acionar a plataforma.

Da mesma forma, deve haver espaço para um acompanhante, se for necessário.

Caso sejam instaladas em ambientes externos, há obrigações extras a fim de atender os requisitos necessários para garantir a segurança dos seus usuários.

Para atender essa regra, uma solução adequada é a plataforma elevatória de percurso vertical. Isso porque ela oferece bom custo-benefício, uma vez que o seu projeto é simples em comparação a um elevador.

Além disso, exige adequações civis e elétricas menos robustas.

Principais pontos da Norma: ABNT NBR ISO 9386-1

  • Percurso máximo de 4,0 m
  • O acionamento do equipamento não pode ser automático (necessita pressão constante, seja com botão ou joystick).
  • As plataformas possuem portas somente nos pavimentos, e não possuem na cabina.
  • Para percursos acima de 2 metros é necessário o enclausuramento completo.

◊ Plataforma de acessibilidade: Preços, modelos e medidas!

Norma: ABNT NBR 12892:2009

A norma de acessibilidade ABNT NBR 12892:2009 é mais uma regra a qual é preciso estar atento e faz referência aos requisitos de segurança para construção e instalação de elevadores unifamiliares, bem como aos de utilização restrita a indivíduos com mobilidade limitada.

elevador residencial
ABNT NBR 12892:2009 – Referente a Elevadores Unifamiliares

Esses equipamentos podem atender residências e mesmo na hora de serem instalados em casas é fundamental que todas as regras sejam respeitadas.

Eles podem ser instalados ainda em locais públicos, desde que possuam uso restrito.

Além de ocupar menos espaço, esse elevador tem custo de instalação menor e também é mais fácil de se adequar às construções que já foram concluídas.

Principais pontos da Norma: ABNT NBR 12892:2009

  • Atendem um percurso de até 12 metros (quatro andares em média)
  • Capacidade máxima de até três pessoas ou 225 quilos.
  • Área interna da cabine: 1,20 m² (a porta precisa ter 800 mm de largura livre).
  • Já a cabine deve ter área interna de 1,20 metro quadrado, sendo que a porta precisa de 800 mm de largura livre.

Na cidade de São Paulo, por exemplo, a norma engloba outros aspectos, como a área de cabine que deve ter 90 cm de largura e 130 cm de profundidade.

Além disso, as portas da cabine precisam ser automáticas e usarem barreira infravermelha. Outras exigências são sinalização em braile e sonora, corrimão e espelho, sendo que algumas regras são obrigatórias apenas em locais públicos, não para os elevadores instalados em residências.

◊ Elevador Residencial Unifamiliar: Preços, medidas e como escolher o adequado

Norma: ABNT NBR NM 313:2008

A ABNT NBR NM 313:2008 é também uma norma de acessibilidade e se direciona a elevadores de passageiros que devem ser adequados a indivíduos com deficiência. Vale lembrar que, hoje em dia, o tema acessibilidade tem recebido cada vez mais atenção.

ABNT NBR NM 313:2008 – Referente a elevadores de passageiros

Então, trata-se de um atributo que não pode faltar em elevadores, inclusive, nos instalados em locais públicos com grande fluxo de pessoas.

Principais pontos da Norma: ABNT NBR NM 313:2008

  • capacidade mínima, que é de oito passageiros ou 600 quilos e a
  • área interna da cabine que precisa de 110 cm de largura e 140 cm de profundidade.
  • Aos elevadores é exigido ainda corrimão em todos os lados da cabine, sendo que a cor deve causar contraste.
  • Demais obrigações são o espelho no painel do fundo,
  • piso de cor que contraste com o piso do hall,
  • sinalizações,
  • portas automáticas e
  • botões de micro contato iluminados, além de outros requisitos para atender à norma de acessibilidade.

◊ Elevador para Edifícios: Preços, medidas e como escolher o adequado

Conclusão

Como você pode ver, existem Normas de acessibilidade em Elevadores para cada tipo de equipamento.

Seja para plataformas de acessibilidade, elevadores residenciais unifamiliares ou para os elevadores convencionais de passageiros.

Desse modo, é imperativo que o seu projeto garanta total segurança aos usuários e, principalmente, acessibilidade a todas às pessoas, inclusive, àquelas que possuem mobilidade limitada ou restrita.

Para tanto, existem diversos modelos de elevadores disponíveis no mercado.

Nesse momento, além de custo, é relevante avaliar se atende às necessidades específicas da família ou dos demais usuários.

Para finalizar este texto, vamos deixar o link para você poder acessar o nosso passo a passo completo para a compra de um elevador.

É vídeo muito explicativo que tenho certeza que vai te ajudar muito.

A compra de um elevador envolve cuidados como a escolha do fornecedor, a comparação de diferentes propostas e detalhes relacionados ao projeto e a obra, e a escolha do tipo de elevador.

Tratamos sobre tudo isso neste vídeo. Então te vemos lá!

Abraços.

◊ Clique para acessar o passo a passo completo para comprar um elevador!

Comprando um Elevador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Comprar um Elevador?

Você pode economizar até 10 mil reais utilizando esse simples método.

Rolar para cima