Elevador para PNE: Quanto custa, medidas e modelos

elevador pne cadeirante

Se você está buscando por um equipamento para atender a acessibilidade e não sabe qual elevador para PNE é o mais adequado, você chegou ao lugar certo.

Hoje existem vários equipamentos para PNE (pessoas com necessidades especiais), por isso quero explicar detalhadamente sobre cada um deles.

Na hora de adquiri-lo, é importante levar em consideração alguns aspectos, como suas dimensões, tipos, velocidade e manutenção.

Isso vai contribuir muito na escolha mais adequada de acordo com as necessidades de quem vai utilizá-lo, pensando sempre no melhor custo benefício.

Mas antes de começarmos, gostaria de te convidar para assistir um vídeo que preparamos mostrando um passo a passo na hora de comprar um elevador.

Nele mostramos detalhadamente como escolher o tipo de equipamento mais adequado, medidas, empresas fabricantes e os cuidados na hora de negociar com as empresas fornecedoras.

Para assistir basta clicar aqui abaixo:

link para video explicativo de como comprar um elevador

Espero que esse vídeo esclareça as dúvidas comuns que surgem durante a compra de um elevador.

Mas agora vamos direto ao ponto que te trouxe aqui. E para você conferir todas as informações a respeito do assunto, separei da seguinte maneira:

  • O que é e como funciona o elevador PNE?
  • Espaço necessário para sua instalação
  • Vantagens e desvantagens do elevador PNE
  • Quanto custa um elevador para deficientes?
  • Vale a pena fazer esse investimento?

O que é e como funciona o elevador PNE?

O primeiro ponto que temos que esclarecer é em relação aos diversos tipos de equipamentos que estão disponíveis no mercado para atender pessoas com necessidades especiais, como o próprio elevador PNE e a plataforma de acessibilidade PNE.

Existe uma grande diferença entre esses dois modelos e é bom ficar atento a elas para que não tome nenhuma decisão precipitada. Por isso vamos falar sobre esses dois tipos de equipamentos.

Vamos começar falando sobre as plataformas de acessibilidade.

Plataforma de acessibilidade PNE

Esse tipo de elevador consiste em um dispositivo de elevação, que funciona por meio de um motor que faz a sua plataforma tanto subir quanto descer.

Portanto, trata-se de uma ótima solução para residências e comércios onde pessoas com deficiência física ou idosos que fazem uso de cadeira de rodas precisam se locomover por poucos andares.

Dessa forma, a plataforma de acessibilidade PNE consegue oferecer mobilidade e mais independência a esses indivíduos.

plataforma elevatoria de acessibilidade
Essa é uma plataforma semi cabinada com entradas opostas

Além disso, há diferente modelos, como a plataforma vertical hidráulica e a de fuso.

Tanto a hidráulica quanto a de fuso atendem percursos de no máximo 4 metros, com velocidade de até 0,1 m/s, o que é uma das exigências previstas em sua norma.

E mais, caso não seja enclausurado, pode ter uma porta de cabine, uma cancela ou somente um sensor de barreira infravermelha para garantir a segurança dos usuários.

Elevador PNE

Nessa categoria de elevadores vamos ter alguns tipos de elevadores que podem atender a acessibilidade.

Existem três tipos principais de elevadores para edifícios comumente usados:

  • elevador com máquina de tração com casa de máquinas,
  • elevador com máquina de tração sem casa de máquinas
  • elevador hidráulico.

Além disso existem tipos de elevadores residenciais, em que detalho mais abaixo mais abaixo:

  • elevador residencial hidráulico
  • elevador elétrico
  • à vácuo

A definição entre esses equipamentos requer um cuidado e por isso recomendo que veja nosso vídeo explicando como definir o equipamento adequado.

Nele apresentamos todas as características de cada um deles e qual o mais adequado para cada tipo de empreendimento.

elevador residencial
Elevador residencial elétrico com portas de eixo vertical. Esse tipo de equipamento é exclusivo para residências unifamiliares.

Espaço necessário para sua instalação

A plataforma de acessibilidade PNE, em geral, possui capacidade para carregar 250 quilos. A sua altura é de 2 metros e as medidas da plataforma são de 0,90 x 1,40 metros.

Levando essas dimensões em conta, recomenda-se que para a sua instalação seja necessário um espaço útil de 1,50 x 1,50 metros ou 1,60 x 1,60 metros, o que pode variar de acordo com o projeto. No entanto, essas medidas são as utilizadas como padrão.

É importante saber que essas dimensões permitem que o elevador para deficientes transporte uma cadeira de rodas e mais uma pessoa.

Alguns modelos podem ter capacidade superior, de 325 quilos, já que isso pode mudar conforme o fabricante.

Para elevadores residenciais as medidas necessárias também ficam em 1,50 x 1,50 m. Já para elevadores convencionais essas medidas serão maiores, começando em 1,60 x 1,60 m.

Portanto, na hora de escolher o melhor modelo é essencial pensar em quem vai fazer uso do dispositivo para que seja elaborado um projeto adequado. 

Em residências, onde uma ou poucas pessoas vão usar o dispositivo, é possível fazer um projeto personalizado, pois o usuário é conhecido. Mas em locais públicos e comerciais, que atendem vários indivíduos será necessário garantir a mobilidade de todos com um projeto de dimensões maiores.

Vantagens e desvantagens do elevador PNE

Existem muitas vantagens em instalar um elevador PNE em residências e prédios. Veja a seguir quais são as principais:

Versatilidade

Um dos seus benefícios é a versatilidade, pois são dispositivos que podem ser instalados tanto em ambientes internos quanto externos. Se for instalado dentro da residência ou prédio funciona para a locomoção entre os andares. Se externo, pode levar a uma varanda, por exemplo.

Fácil utilização e instalação

Normalmente, o elevador para deficientes é projetado de modo que o próprio usuário possa operá-lo, portanto, é simples de usar. 

A facilidade é também uma das características da sua instalação, uma vez que não precisa de rebaixamento do piso térreo e nem de casa de máquinas, contribuindo ainda com a economia de energia elétrica.

A instalação de um equipamento PNE, como uma plataforma de acessibilidade pode ser feita em até um dia.

Bom custo-benefício

Para locais frequentados por pessoas com cadeira de rodas, a plataforma de acessibilidade PNE é a solução com o melhor custo-benefício. Além de ser fácil de instalar, exigir pouca manutenção e ter um baixo custo de energia, consiste em um projeto com impacto reduzido.

Silencioso e seguro

Mais uma das vantagens é o fato de ser um dispositivo silencioso e altamente seguro, pois atende todas as normas exigidas pelo setor. Inclusive, se movimenta através de cabos de aço posicionados em trilhos fixos, oferecendo total segurança ao seu deslocamento.

Quanto às desvantagens do elevador PNE são praticamente inexistentes, desde que seja adquirido o elevador para deficientes de uma empresa com credibilidade no mercado.

O único ponto a destacar é que exige um investimento, que pode parecer alto, embora muito mais baixo do que outros modelos de elevadores. 

Quanto custa um elevador para deficientes?

O preço de elevador para deficientes pode variar muito, de acordo com o fabricante, modelo, projeto, mão de obra, funcionalidades, etc.

Mesmo assim, é possível estimar que uma plataforma de acessibilidade possa ser encontrada por valores de R$ 25 a R$ 55 mil.

Enquanto elevadores residenciais vão começar na faixa de R$60 mil, podendo chegar até R$95 mil.

Devido a essa variação, é ideal pesquisar bastante antes de adquirir um elevador PNE. E é claro, buscar sempre marcas de confiança, bem como profissionais capacitados para realizarem o projeto, inclusive, quando o elevador for instalado em uma construção que já está pronta.

Vale a pena fazer esse investimento?

Garantir a mobilidade de todas as pessoas, inclusive, de quem anda de cadeira de rodas é uma obrigação exigida por lei.

Dessa maneira, estabelecimentos comerciais, indústrias e prédios particulares e públicos devem contar com um elevador PNE para permitir o acesso e locomoção dos seus frequentadores.

Já em residências, investir em elevador para deficientes é o jeito certo de garantir qualidade de vida aos seus moradores.

Afinal, com esse tipo de dispositivo, o usuário possui mais conforto, segurança e liberdade para se locomover entre os ambientes.

Portanto, vale a pena sim fazer esse investimento, pois se trata de possibilitar que os indivíduos possam ir e vir conforme o seu desejo e necessidade.

Conclusão

São vários tipos de elevador PNE. Eles apresentam diferentes características em termos de funcionamento, tipo de uso e as vezes podem ou não ser adequados para um empreendimento.

Além disso vimos suas medidas e suas faixas de preços.

Espero que tenha sido de grande ajuda! Caso tenha alguma dúvida fique a vontade para escrever nos comentários, faço questão de responder a todos.

Para finalizar este texto, vou deixar o link para você poder acessar o nosso passo a passo completo para a compra de um elevador.

É vídeo muito explicativo que tenho certeza que vai te ajudar muito.

A compra de um elevador envolve cuidados como a escolha do fornecedor, a comparação de diferentes propostas e detalhes relacionados ao projeto e a obra, e a escolha do tipo de elevador.

Trato sobre tudo isso neste vídeo. Então te vemos lá!

Abraços.

◊ Clique para acessar o passo a passo completo para comprar um elevador!

link para video explicativo de como comprar um elevador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Comprar um Elevador?

Você pode economizar até 10 mil reais utilizando esse simples método.

Rolar para cima