10 mitos sobre o uso do elevador que você tem que conhecer

MItos do elevador

O uso do elevador é fundamental para garantir a acessibilidade das pessoas e mais conforto, principalmente com o crescimento das cidades e a construção de prédios.

Com esse aumento, crescem também os boatos sobre seu uso e mitos do elevador.

Nós trabalhamos diariamente com elevadores e sempre vemos as pessoas com medo de usar o elevador, acreditando em alguns desses mitos que vamos mostrar aqui.

Recorrente nos condomínios, a utilização desse dispositivo gera diversos comentários e informações, contudo, nem todos são verdadeiros.

Ter informações corretas sobre o funcionamento desse equipamento auxilia na segurança dos moradores e na sua manutenção, além de evitar medos desnecessários em relação à sua utilização.

Pensando nisso, preparamos este post citando os 8 mitos sobre o uso do elevador que você precisa conhecer. Continue a leitura!

Manual do Síndico: Um manual gratuito para o seu condomínio sempre saber o que fazer com o elevador. Baixe agora!

SEGURANÇA

GASTOS

Direto na sua caixa de entrada.

MANUAL DO SÍNDICO

Gratuito

+

-

Quando acaba a energia, pode faltar ar no elevador

Quando acaba a energia, com o elevador parado, muitos falam que os passageiros podem ficar sem ar, o que aumentaria os riscos da utilização desse equipamento.

Entretanto, essa informação não é verdadeira.

Cabina do elevador
Cabina do elevador

Apesar de ser fechada, a cabina do elevador deve ter ventilação natural, conforme estipulado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) na NBR NM 207.

Por isso, se acabar a energia, a ventilação de ar não permitirá que os passageiros asfixiem.

Contudo, pode haver uma restrição de ar, por isso, mantenha a calma, respire fundo e evite falar muito ou estressar-se até o resgate ou o retorno da energia.

Se você quiser saber o que fazer em caso o elevador pare de funcionar, veja esse material que preparamos:

◊   O que fazer caso o elevador pare de funcionar?

Apertar o botão várias vezes faz o elevador chegar mais rápido

É comum pressionar o botão do elevador e, buscando uma resposta mais rápida, continuar apertando, esperando que ele chegue mais rápido. Porém, trata-se de outro mito do elevador.

Na verdade, quando o botão é acionado na primeira vez, o sistema do equipamento já registra a informação, por isso, os demais toques são ignorados.

botoeira do elevador
Botoeira do elevador

Além de não acelerar o processo, essa prática prejudica a vida útil do elevador, devido ao desgaste desnecessário dos botões.

Por isso apertar apenas uma vez o botão do elevador é algo que todos os usuários devem ter consciência.

Se quiser saber mais sobre as regras de uso de elevador, vale a pena dar uma olhada nesse texto que preparei:

◊   As 10 Principais Regras de uso do elevador em condomínio 

Se acabar a energia, a cabina fica sem luz

Um medo comum relacionado ao uso do elevador é ficar sem luz na cabina se faltar energia. Apesar da informação ser repassada pelas pessoas, isso não é verdade.

Os elevadores devem por norma contar com uma iluminação de emergência, acionada sempre que acaba a energia.

Além disso, ele dispõe de baterias que, em caso de queda de luz, garantem o funcionamento do interfone, permitindo que o passageiro consiga solicitar socorro e comunicar-se com a portaria do prédio.

Se você já ficou preso no elevador e a luz de emergência não funcionou e teve que esperar no escuro, relate ao síndico ou a própria empresa de manutenção que a luz de emergência não está funcionando de acordo.

cabina do elevador
Cabina do elevador

Esse item é obrigatório e deve estar em funcionamento para essas situações de emergência.

E o mesmo vale para o botões de emergência, que vão interfonar para o porteiro e fazer um alerta sonoro.

O elevador tem apenas um cabo de segurança

Apesar de ser comum referir-se ao cabo do elevador como se ele fosse apenas um, na verdade, o equipamento conta com, no mínimo, três.

Além disso, eles são desenvolvidos para aguentar uma capacidade bem maior do que a utilizada, inclusive em relação ao limite de peso dos passageiros.

cabos de aço do elevador
Cabos de aço do elevador

Cada cabo individualmente é capaz de segurar elevador sozinho. Quanto a isso pode ficar tranquilo!

Por isso, mesmo quando acontece o rompimento de um cabo, os outros continuarão operando e garantirão a segurança dos passageiros.

Além disso, embaixo do elevador, também existem dispositivos de segurança para prevenir quedas.

Contudo, mesmo sabendo que esse equipamento é capaz de trabalhar com mais peso do que o indicado nas sinalizações, é importante seguir as sinalizações de capacidade da cabina corretamente por motivos de performance adequada.

Qualquer pessoa pode ajudar em caso de parada

Em caso de parada do elevador, existe um botão de alerta para solicitar socorro, mas não é qualquer pessoa que pode intervir na situação.

De acordo com a ABNT, na NBR 16.083/2012, somente técnicos habilitados ou o Corpo de Bombeiros podem fazer o resgate dos passageiros.

Casa de máquinas do elevador
Casa de máquinas do elevador

Dessa forma, os zeladores, porteiros, outros funcionários e moradores não têm autorização, nem capacidade técnica para realizar o resgate.

Como o elevador permanece ligado, ele pode voltar a operar a qualquer momento, podendo causar um acidente grave em caso de intervenção de pessoa não capacitada.

Por isso, caso aconteça alguma pane e o elevador pare, fique calmo e aguarde o técnico para que o seu resgate seja feito com segurança.

Mas em meu prédio o zelador, porteiro ou até mesmo o síndico fazem o resgate de passageiros 

Realmente, já vimos vários condomínios que síndicos abrem o elevador e resgatam o passageiro.

Mas saiba que esse não é o procedimento correto.

Os elevadores são equipamentos que requerem muito cuidado e capacitação para serem operados.

Somente os técnicos da empresa de manutenção e o próprio corpo de bombeiros podem fazer o resgate de passageiros.

A porta do elevador pode abrir sem ele estar no andar

Frequentemente, nos deparamos com o aviso para conferir se o elevador está no andar. Entretanto, isso não deve acontecer.

É a própria cabina quem faz a abertura das portas do elevador quando chega no andar, e as portas contam com um sensor que impede que a cabina saia do andar estando a porta aberta.

Sem que haja o nivelamento da cabina no andar correto, a porta não abre, mesmo que tentem abri-la empregando a força.

Contrapeso do elevador
Contrapeso do elevador

Mesmo as portas que são de abertura manual, dos equipamentos mais antigos, também têm uma trava que só se abre quando o elevador está no andar.

Mas não podemos esquecer que podem ocorrer falhas humanas ou elétricas, por isso, é preciso seguir o aviso para evitar acidentes em caso de pane do elevador e, principalmente, manter a manutenção.

Os elevadores foram projetados para funcionarem de acordo e com máxima segurança.

Porém, em alguns casos, já vimos acidentes acontecerem por falhas na manutenção ou no uso indevido dos elevadores.

Se a porta do elevador abrir sem a cabine estar presente, o condomínio deverá tomar uma medida urgente, já que essa é uma falha gravíssima.

Nesses casos é recomendada a inspeção do equipamento por um consultor independente.

Assim será avaliado o que está sendo feito pela empresa de manutenção, apontando quais devem ser as melhorias feitas para se ter um elevador em excelente funcionamento.

Não há problema em manter a porta do elevador aberta

Manter a porta do elevador aberta é uma prática recorrente: o passageiro esqueceu algo e volta para buscar, quer conferir se trancou a porta de casa ou do carro, ou está esperando uma pessoa que está chegando.

Como o elevador apresenta dispositivos de segurança que impedem o seu fechamento caso detectem que tem algo na porta, ela não fechará automaticamente.

No entanto, impedir o seu fechamento de forma recorrente pode sobrecarregar o sistema, causando defeitos e maior necessidade de manutenção da máquina.

Além de comprometer a condição de fluxo de pessoas no prédio.

O elevador pode despencar em queda livre

Finalmente, a ideia de que o elevador pode despencar em queda livre com os passageiros também é um mito.

Todos os casos registrados de um elevador caindo em queda livre, sem estar preso pelos cabos, envolvem a colisão de um avião no prédio.

Curiosamente em um desses raríssimos casos, no Empire State Building em 1945, não houve fatalidades.

Enquanto o elevador caía por 75 andares, os cabos abaixo de elevador se embolaram formando uma grande mola amortecendo a queda.

O principal motivo de um elevador não cair em queda livre é por causa do Limitador de Velocidade.

limitador de velocidade
Limitador de velocidade

O limitador de velocidade é um componente do elevador que atua independentemente do elevador e sua máquina de tração.

É ele que atua em último caso, impedindo que o elevador despenque.

Explico mais detalhadamente nesse texto:

◊   Limitador de velocidade: O Que é e Como funciona?

Caso de acidente de elevador em Santos

No final de 2019, aconteceu em Santos, litoral de São Paulo, uma das maiores tragédias em elevadores que já vi.

Esse acidente, ainda sem uma definição das causas, mostra que, por mais que o elevador seja o meio de transporte mais seguro do mundo, precisa de cuidados.

Pelo que pude observar, os moradores já se queixavam do funcionamento do elevador e não se sentiam seguros em utiliza-lo.

Em entrevista ao Fantástico, expliquei qual a velocidade um elevador em queda pode atingir e seu tempo para chegar ao solo.

Você pode ver aqui:

entrevista elevador fantástico

Caso você queira saber qual a probabilidade de um elevador cair, veja esse texto que preparei clicando aqui.

Somente a empresa fabricante pode fazer a manutenção do meu elevador

Grande parte dos elevadores instalados no Brasil são de marcas conhecidas, como Atlas Schindler, Otis e Thyssenkrupp.

Muitas pessoas acreditam que empresas menores não conseguem atender esses tipos de equipamentos e que não vão ter peças originais para repor.

Esse é mais um mito!

Ao contrário do que muitos imaginam, as pequenas empresas de manutenção de elevadores apresentam a mesma capacidade  para atender um elevador de uma marca multinacional.

Além de atenderem com peças originais do equipamento.

As grandes empresas muitas vezes informam, erroneamente, que apenas eles tem as peças originais.

Porém, essas peças estão disponíveis para todas as empresas de manutenção de elevadores.

Por isso, muitas vezes é interessante procurar algumas empresas menores para atender o seu elevador.

Preparamos um material mostrando como escolher uma empresa de manutenção.

Esse momento é muito importante, já que é a empresa de manutenção que irá cuidar do elevador, garantindo seu bom funcionamento.

E quando se diz que aconteceu um acidente e ‘o elevador caiu’?

Se houverem falhas na segurança de um elevador e o seu freio não atuar, a cabina do elevador vai se movimentar livremente, e pode-se dizer que o elevador caiu.

Nesses casos, o que acontece?

Para entender o que acontece quando um elevador cai, é preciso primeiro ter em mente como ele está montado.

A cabina está dependurada em um lado da polia e o contrapeso no outro. Entre eles, o motor gira a polia e movimenta os dois simultaneamente.

elevador

Para a surpresa de grande parte das pessoas, é mais comum o elevador cair para cima, e não para baixo.

Isso acontece porque o contrapeso é sempre mais pesado do que a cabina se ela está vazia ou com poucas pessoas.

O elevador conta com vários dispositivos de segurança, e mesmo quando ocorre a situação dele andar com o freio aberto, ele ainda está seguro.

Isso ocorre por causa do freio de segurança, que atua quando sua velocidade fica mais alta do que deveria.

Mesmo conhecendo esses mitos, é importante lembrar que segurança é fundamental.

Portanto, sempre utilize o elevador tomando cuidado e confira bem as condições em que ele se encontra.

Como garantir a segurança em meus elevadores?

Existem algumas dicas de segurança no elevador que evitam falhas e até alguns acidentes.

Então, para minimizar qualquer risco de acidente e para que o seu condomínio mantenha os elevadores nas melhores condições possíveis, elaboramos um guia com dicas de segurança no elevador.

Nele mostramos os principais cuidados que você deve ter com os elevadores, desde o momento do seu uso até na escolha da empresa de manutenção.

Você pode ver clicando aqui:

◊   Guia de Segurança nos elevadores: Como garantir um elevador seguro?

10 comentários em “10 mitos sobre o uso do elevador que você tem que conhecer”

      1. Olá Sarah, pode sim. A função deste sensor é justamente evitar este tipo de impacto e acidente.

        Ao mesmo tempo, normas atuais exigem que a forca de fechamento de porta não seja maior do que 30N, o que costuma ser uma força pequena demais para conseguir causar um acidente grave.

        Portas de elevadores mais antigos, no entanto, costumam ainda fechar com forças muito maiores, pois a norma de segurança na época não era assim.

      2. Osxtecnicos da Atlas nao conseguem solucionar um problema aqui no meu predio
        Saio do meu apartamento, já no hall do elevador, aperto o botão pra chamar o elevador, porém a luz do botão se apaga é o elevador não vem.
        Essa falha é intermitente.
        Ninguém consegue descobri a falha.
        Podem me ajudar, dando algumas dicas?

        1. Olá Sr. Sergio,

          Algo viável para o condomínio que está com problemas no elevador é a contratação de um serviço de inspeção do elevador. Nesse caso um engenheiro mecânico vai até o edifício, avalia todo o elevador e passa um relatório para o condomínio, apontando o que está de acordo ou não no elevador.

          Caso queira saber mais, basta clicar aqui.

          Um abraço!

  1. Tiago Alceu Coelho Resende

    Boa tarde, muito legal seus posts.
    Recentemente um elevador despencou em Santos e todos os ocupantes faleceram. Vocês tem idéia qual falha pode ter ocorrido? Mesmo tendo tantos níveis de segurança.

    1. Olá Maria! Bom dia. Imagino que seja muito difícil passar um tempo maior dentro do elevador.

      Como você deve se comportar: o ideal é que você tente ficar tranquila. Saiba que o elevador nao vai cair nem nada disso. E então tentar utilizar o interfone para chamar socorro externo. E pode ligar con o celular também para as pessoas que estão fora e para a própria empresa da manutenção.

      Depois disso é esperar.

      Se for um elevador que você usa sempre, já verifique se o alarme e interfone estão funcionando. E se não estiver, acione o condomínio, pois são obrigatórios por lei.

      Drive safe. Um abraço, Rômulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Comprar um Elevador?

Você pode economizar até 10 mil reais utilizando esse simples método.

Rolar para cima