Manutenção de elevador ruim? Por quê nos atentar

manutencao-de-elevadores

Quem já administrou um edifício por algum tempo sabe que ter um elevador nem sempre é uma facilidade.

O equipamento costuma ser tão importante para a vida no prédio que, quando problemas em seu funcionamento começam a acontecer, vem junto uma cascata de reclamações e incidentes.

O serviço de manutenção dos elevadores é certamente um dos principais responsáveis por evitar problemas.

Quando a manutenção não está em dia e agindo de forma preventiva e profissional, alguns problemas no elevador e grandes contratempos costumam vir em seguida para a população do prédio.

Porta de um elevador
Porta de um elevador

Nesse post, vamos listar e apontar a gravidade dos principais problemas que causam transtorno às pessoas do prédio.

Se estes problemas estão acontecendo no seu prédio, é sinal de que uma atenção especial à manutenção dos elevadores deve ser dada.

No final desse texto, você entenderá perfeitamente porque devemos fugir de manutenções ruins e saberá porque exigir uma manutenção excelente nos elevadores do seu próprio prédio.

Prévia: em alguns dos problemas, o síndico vai ser o primeiro a ficar sabendo.

Em outros, poucas pessoas sequer sabem que está diretamente ligado com a manutenção.

E, em um deles, os condôminos só vão enxergar sua importância lá na frente, quando perceber que o elevador está tão desfigurado que a única solução é jogar fora e comprar outro! Vamos lá.

Manual do Síndico: Um manual gratuito para o seu condomínio sempre saber o que fazer com o elevador. Baixe agora!

Pessoas presas no elevador

A experiência de ficar preso num elevador é traumática para a maioria das pessoas e, inevitavelmente, resulta em insegurança em usar o equipamento novamente.

Em qualquer edifício, quando a ocorrência de pessoas presas acontece várias vezes, surge rapidamente um cenário de insegurança generalizada das pessoas em usar o equipamento, difícil de reverter.

Para os indivíduos que ficam presos, quando se consegue fazer o resgate em um curto espaço de tempo, o ocorrido resulta somente em atrasos e aborrecimentos para as pessoas.

Já quando o resgate é demorado, sensações como falta de ar, claustrofobia e pânico podem infelizmente tomar conta das pessoas e trazer consequências mais graves de saúde.

Portanto, muita atenção deve ser dada  quando esse problema começa a acontecer no prédio.

◊    Saiba agora que fazer quando ficar preso no elevador!

Elevadores fora de serviço

Outro problema que as pessoas de um prédio que recebe uma manutenção ruim no elevador tem de conviver é de ter um elevador fora de serviço frequentemente.

Esse problema se destaca em ser muito desgastante para o síndico conviver com ele.

Ter os elevadores parando toda hora e enfrentar pressão de reclamações e insatisfação das pessoas do prédio.

elevador fora de serviço
Elevadores fora de serviço

Com um elevador indisponível, o tempo de espera por serviço aumenta e a primeira consequência é de stress generalizado nas pessoas, especialmente nos horários de pico de tráfego.

Quando a manutenção não está executando ações de prevenção de falhas rotineiramente, a tendência natural é de ocorrência sistemática de paradas não programadas do elevador.

Esse problema conduz a outro de grande importância:

Problemas no transporte de pessoas com mobilidade reduzida

Idosos, gestantes ou pessoas com deficiência não são capazes de usar as escadas quando o elevador está com problemas ou parado.

Isso tem um impacto muito maior na vida dessas pessoas que dependem exclusivamente do elevador para se locomover no local.

Como um cadeirante que mora no oitavo andar ou uma gestante no último mês de gestação vão viver neste edifício?

Dessa forma, o responsável pelo local falha com a legislação, que garante o direito de ir e vir a diferentes grupos de pessoas.

Os problemas com a manutenção de elevadores não tem relação somente a mobilidade das pessoas no prédio, mas também com a segurança dos usuários.

Pessoas machucando no elevador

Você já tropeçou ao entrar no elevador? Ou teve a porta da cabina batendo em você?

Possivelmente não aconteceu nada em seguida, mas tenha em mente que essas estão entre as causas principais de acidentes com fraturas e ferimentos a idosos e crianças nos elevadores.

O mau nivelamento entre a cabina e o pavimento, que cria um degrau, é a principal razão para tropeços.

Vale a pena dar uma olhadinha nesse post:

◊   As 9 Principais Dicas de Segurança em Elevadores

Uma boa manutenção vai estar sempre atenta a essa situação para fazer os ajustes necessários e minimizar o degrau.

Já a força e velocidade de fechamento da porta da cabina devem ser ajustadas para minimizar danos e colisões aos passageiros.

Os sensores e dispositivos de reabertura de porta devem estar funcionando corretamente.

Ter pessoas se machucando é sinal de alerta, e o condomínio deve tomar alguma providência.

Risco de acidente grave

Certamente a principal preocupação que os administradores devem ter em relação aos elevadores de um edifício é com o risco de ocorrência de um acidente grave com algum passageiro ou técnico de manutenção.

Acidentes graves e fatais acontecem em elevadores e, em quase sua totalidade, estão diretamente relacionados com falhas de manutenção.

Falhas possibilitam a ocorrência de incidentes como:

  • a cabina disparar para cima, ou despencar com passageiros.
  • O elevador funcionar com a porta de pavimento aberta, permitindo uma pessoa cair no vão do elevador.
  • Ou funcionar de forma irregular, causando acidente a um técnico em trabalho.

Nunca é demais enfatizar o quanto a simples possibilidade de ocorrência de um acidente fatal relacionado a elevadores deve ser evitada a todo custo e que, condições decorrentes de uma manutenção deficiente podem, de fato, possibilitar esse tipo de acidente.

A segurança é uma questão fundamental a ser garantida, assim como a mobilidade das pessoas dentro do edifício.

Existe ainda uma terceira boa razão para estarmos preocupados com a qualidade dos serviços de manutenção dos elevadores, que é o preço dela.

Uma manutenção ruim custa caro, saiba porquê.

Custos altos com a manutenção do elevador

Estar desembolsando altos valores com o elevador nem sempre quer dizer que o prédio está recebendo uma boa manutenção.

Parece contraditório, não parece?

Mas isso acontece porque uma boa manutenção age sempre de forma antecipada aos problemas, de forma preventiva.

Enquanto uma manutenção ruim age de forma corretiva, esperando as consequências dos problemas acontecerem antes de corrigi-los.

E corrigir os problemas depois sempre trazem mais custos e mais transtornos do que antecipadamente.

Então, muitas vezes ações de grande reparo ou substituição de componentes estão tendo de ser feitas e custam muito caro, mas simplesmente porque os serviços básicos de prevenção não foram feitos.

Ter a vida útil do elevador muito reduzida

Além disso, uma manutenção de má qualidade diminui consideravelmente a vida útil do elevador.

No mercado de elevadores é comum vermos equipamentos idênticos, um operando por quatro décadas em pleno funcionamento enquanto o outro precisou ser modernizado ou mesmo substituído em menos de duas décadas.

Qual a razão disso? Manutenção.

Pense em um motor de carro funcionando sem óleo ou em uma corrente de bicicleta sem lubrificação. Com o elevador não é muito diferente.

Veja mais em:

◊   Como Avaliar se a Manutenção dos Elevadores Foi Feita Corretamente?

Com a falta de manutenção adequada, a durabilidade do elevador pode estar totalmente comprometida.

Daí a consequência é começar a apresentar uma grande quantidade de defeitos, as vezes irreversíveis, muito mais cedo do que se esperaria.

Insatisfação e reclamação de condôminos

A insatisfação dos condôminos é o resultado inevitável desses problemas causados pela má manutenção dos elevadores.

Quando os problemas são constantes, o resultado é o descontentamento dos moradores do prédio ou de outros usuários do elevador.

Adicionalmente, as falhas e problemas no elevador tendem a criar um medo generalizado de usar o equipamento no edifício.

Os elevadores têm enorme influência na percepção das pessoas sobre a imagem do prédio e dos seus gestores.

Portanto, o sentimento de desgosto e a falta de segurança acabam por levar moradores a buscar outras opções de moradia ou trabalhadores a procurar outras instalações para suas empresas — em casos de prédios comerciais.

Qual o papel do condomínio nesse cenário?

Como você pode ver, existem vários indícios quando o funcionamento dos elevadores não estão de acordo.

Para que essa situação tenha alguma mudança, é necessário que o condomínio tome certas atitudes.

Afinal de contas, o condomínio é o dono do elevador.

Além disso, vemos que os síndicos e condomínios que exigem, fiscalizam e controlam o serviço que estão recebendo são os que apresentam os melhores resultados.

Imagine só, você contrata uma pessoa para realizar uma limpeza em sua casa e não fiscaliza o serviço que foi prestado.

Você até pode ter sorte e receber um serviço impecável, mas as chances do serviço não ser de qualidade são grandes.

Ainda mais com o passar do tempo.

Com o serviço de manutenção de elevadores não é diferente.

Quando há o controle por parte do condomínio, a qualidade do serviço será maior e consequentemente o seu funcionamento será melhor.

Com o funcionamento melhor, o risco de acidentes, falhas e pessoas presas no elevador irão diminuir consideravelmente.

Por isso, recomendo que você, como síndico ou morador de um condomínio, controle e fiscalize a empresa de manutenção de elevadores.

Mas como vou controlar se não entendo nada de elevadores? 

Realmente, você pode pensar como fiscalizar um serviço que não se tem conhecimento para avaliar se está correto ou não.

Mas existem algumas maneiras simples que qualquer pessoa pode olhar e ter indícios de uma manutenção boa ou ruim.

Por isso preparei um post que mostro como uma pessoa que não tem nenhum conhecimento sobre elevadores pode fiscalizar e controlar o serviço de manutenção que está sendo realizado.

Saiba se a manutenção do elevador do seu prédio está em dia em:

◊   Como Fiscalizar o Serviço de Manutenção dos Elevadores?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Comprar um Elevador?

Você pode economizar até 15 mil reais com a nossa ajuda.

Rolar para cima