Elevador Residencial Pequeno: Qual o Menor Modelo no Mercado?

elevador residencial pequeno

A busca por mais conforto em casa e por aumentar a acessibilidade de pessoas com mobilidade limitada são alguns motivos para que, cada vez mais, os elevadores residenciais sejam comprados.

Mas em algumas residências, a questão do espaço pode ser um problema. E para contornar essa situação, muitas pessoas buscam por um elevador residencial pequeno.

Devido às novas tecnologias disponíveis no mercado, também cresceu a oferta e hoje é possível encontrar um elevador residencial pequeno, de diferentes tipos e preços.

Eles podem ser instalados tanto em construções novas como em residências já existentes.

Por isso nesse texto quero falar especificamente sobre elevadores que ocupem pouco espaço.

Vamos ver detalhadamente a questão das medidas de um elevador residencial e qual o menor elevador disponível no mercado.

Além disso quero te apresentar os modelos disponíveis no mercado, seus preços e algumas dicas na hora de comprar o equipamento.

Mas antes de começar a explicar sobre esse tipo de elevador, gostaria de te convidar a assistir um vídeo que preparamos mostrando um passo a passo completo para você comprar o elevador em um empreendimento.

Guia Prático Para Comprar Um Elevador

GRATUITO

EBOOK

Modelos e Preços

Atualizado Para 2022

Medidas Necessárias

Fornecedores Especializados

Para comprar um elevador, além de se preocupar com as medidas e o modelo de equipamento, você vai precisar ter cuidados com a escolha de um bom fornecedor, comparar equipamentos e avaliar as diversas propostas que receberá, além de avaliar os tipos de elevadores.

Nesse vídeo, estamos falando sobre tudo isso:

link para video explicativo de como comprar um elevador

Espero que esse vídeo esclareça as dúvidas comuns que surgem durante a compra de um elevador.

Mas agora vamos direto ao ponto que te trouxe aqui.

Qual a menor medida de um elevador residencial?

Talvez você tenha um espaço pequeno em sua casa, mas acredita que seja possível instalar um elevador.

Por isso vou te mostrar quais medidas serão ideais para que um elevador possa ser instalado, assim você pode se planejar e dar continuidade nesse projeto.

Para um elevador residencial, o ideal é que você tenha um vão útil de 1,50 x 1,50m. Com esse espaço você terá vários fabricantes podendo te atender.

Esse elevador atende 3 passageiros, ou 1 cadeirante e uma pessoa em pé.

Mas não se preocupe caso você não tenha esse espaço.  

É muito comum empresas fabricarem elevadores sob medida. Então é possível ter um elevador residencial menor do que essas medidas que eu mencionei.

Acredito que essas dimensões possam chegar até 1,20 x 1,20 m. Nesse caso seria um elevador para 2 passageiros.

Lembrando que isso só é possível para residências unifamiliares, já que outros tipos de empreendimento seguem normas e leis específicas e que impossibilitam equipamentos

Um ponto de atenção é que, com medidas menores, você reduzirá o tamanho da cabine do elevador, e isso pode impossibilitar o transporte de uma pessoa com cadeira de rodas.

Além disso, o número de empresas que conseguirão te atender será menor, e com menos opções, você pode ter mais dificuldades de encontrar preços melhores.

Ok! Mas qual o menor elevador residencial do mercado?

Provavelmente você entrou nesse texto para saber qual o menor elevador residencial do mercado.

Não quero te deixar sem resposta para isso, nem diminuir com suas expectativas, mas a questão é que não existe um modelo específico que seja o menor do mercado.

O que posso te dizer é que existem vários fabricantes que vão conseguir te atender e fazer um elevador com dimensões menores.

Com todos os tipos de elevadores é possível fazer uma cabine menor e assim conseguir um elevador pequeno.

A questão está mais relacionada com a possibilidade de uma empresa fazer o serviço do que com um modelo específico.

Então vou te apresentar quais os tipos de elevadores residenciais disponíveis no mercado. Assim você terá uma visão bem mais clara de qual elevador fará mais sentido para a sua casa.

Tipos de elevadores residenciais pequenos

Quem deseja investir em um elevador residencial unifamiliar pequeno conta com várias opções no mercado.

Atualmente, temos no mercado o elevador hidráulico, a vácuo e de tração, que atendem de dois a cinco pavimentos.

Um ponto importante em relação aos elevadores residenciais é que eles ocupam menos espaço em comparação aos elevadores convencionais, além da instalação custar menos e ter a facilidade de se adaptarem mais facilmente a construções que já existem.

Em compensação sua velocidade é mais baixa.

Veja a seguir suas principais características, sistema de funcionamento e média de preços.

Elevadores de tração

Os elevadores de tração, também chamados de elétricos, são os mais conhecidos, inclusive, em prédios comerciais ou de apartamentos.

No entanto, também podem ser instalados em residências, nesse caso, são menores e não precisam de casa de máquinas, o que torna sua instalação mais simples.

elevador residencial

O seu funcionamento se dá por meio de uma máquina de tração e cabos de aço, que fica na parte superior da cabina. O movimento é suave e existe muita precisão em cada parada.

Para residências, consegue atender até cinco andares, além de ser mais silencioso que os modelos maiores.

Quanto ao seu custo, fica entre R$ 60 mil e R$ 100 mil e a sua manutenção é de R$ 300,00 em média.

Elevadores hidráulicos

Os elevadores hidráulicos residenciais se diferenciam pelo fato de serem movidos por um pistão que se desloca dentro de um cilindro.

Para tanto, deve haver um reservatório de óleo no poço do elevador e um motor elétrico para bombear esse óleo no cilindro e mover o pistão.

Desse modo, o elevador se levanta com a pressão do óleo bombeado para o cilindro quando um botão de chamada é acionado em um andar superior.

Pistão de um elevador residencial hidráulico

Já para descer, o controlador abre uma válvula de forma lenta e libera a pressão depois da chamada de um piso inferior.

O seu funcionamento possui a vantagem de gerar economia de energia, uma vez que para descer basta que uma válvula de controle seja aberta.

Além disso, esse tipo de elevador é bastante resistente e pode ser usado com frequência por anos.

Outros benefícios são o fato de ser silencioso, por conta da sua qualidade de condução, que é muito suave, o que também faz com que os usuários nem percebam o seu movimento.

E mais, a manutenção é pouco dispendiosa e, por isso, barata.

Quanto ao seu preço, pode variar de R$ 55 mil a R$ 100 mil, o que depende de suas características, como dimensões, número de paradas, material usado no acabamento e itens adicionais.

Já para ser instalado, é preciso que haja espaço para as suas três principais partes: poço, caixa de corrida e casa de máquinas.

Em média, é possível dizer que necessita de 1,50 x 1,50m. Enquanto isso, o poço pode ter profundidade de 0,70 até 1,50m. E o reservatório pode permanecer no poço ou em uma pequena sala, na parte de inferior da residência.

Elevadores a vácuo

O elevador a vácuo, também chamado de pneumático, faz uso da diferença de pressão para se movimentar.

Dessa maneira, reúne uma cabine cilíndrica vertical que não precisa de pistões tampouco de cabos, pois se move para cima e para baixo por meio da sucção de ar.

Para funcionar, é instalada uma cabine vedada com plataforma em um tubo fechado totalmente. Assim, ao reduzir a pressão na parte superior da plataforma, a cabine inteira sobe.

O sistema possui válvulas que regulam a pressão pneumática e que estão na parte de cima do elevador para realizar as descidas e controlar a sua velocidade.

A instalação tem a vantagem de dispensar poço, casa de máquinas, óleo ou engrenagens, tornando não só a sua manutenção mais simples como também a sua montagem.

Além disso, é um tipo de elevador que atende até quatro andares.

Esse equipamento possui dimensões reduzidas, em torno de1,20m de diâmetro, o que pode ser uma boa opção para uma residência que não tem muito espaço.

O fato de ser pequeno o torna fácil de ser encaixado no projeto arquitetônico da residência.

Porém, não é indicado para quem precisa usá-lo com cadeira de rodas, por exemplo.

O número de paradas e o seu acabamento, além de outras características interfere no seu valor, podendo ser encontrado de R$ 70 mil a R$ 90 mil, já instalado. Quanto às manutenções periódicas recomendadas ficam por cerca de R$ 250,00 mensais.

Plataformas de acessibilidade

As plataformas de acessibilidade são equipamentos mais simples que um elevador, e consequentemente, mais baratos.

Esses equipamentos entram em uma outra categoria de transporte vertical, mas podem ser interessantes para quem pretende instalar um equipamento de até 2 pavimentos.

plataforma de acessibilidade 2

Esse tipo de equipamento tem como finalidade principal atender pessoas com dificuldade de se locomover por escadas, e pode ser uma opção adequada em vários casos.

Conclusão

Como você pode ver, existem boas opções no mercado para quem quer resolver a questão de mobilidade vertical.

Até mesmo para residências que o espaço disponível é reduzido.

Vimos as medidas necessárias para a instalação de um equipamento residencial e quais são os menores equipamentos disponíveis no mercado.

Vimos também todos os tipos de elevadores que existem no mercado e que podem ser apropriados dependendo do projeto.

Espero que tenha sido de grande ajuda e deixe seu comentário ou sua dúvida abaixo.

Para finalizar este texto, vou deixar o link para você poder acessar o nosso passo a passo completo para a compra de um elevador.

É vídeo muito explicativo e tenho certeza que vai te ajudar muito.

A compra de um elevador envolve cuidados como a escolha do fornecedor, a comparação de diferentes propostas e detalhes relacionados ao projeto e a obra, e a escolha do tipo de elevador.

Trato sobre tudo isso neste vídeo. Então te vejo lá!

Um abraço!

◊ Clique para acessar o passo a passo completo para comprar um elevador!

link para video explicativo de como comprar um elevador

Guia Prático Para Comprar Um Elevador

GRATUITO

EBOOK

Modelos e Preços

Atualizado Para 2022

Medidas Necessárias

Fornecedores Especializados

2 comentários em “Elevador Residencial Pequeno: Qual o Menor Modelo no Mercado?”

    1. Olá Juliana, tudo bom?

      Se você deixar o espaço de 1.20 x 1.20 o tamanho da cabina será pequeno e muito provavelmente não será possível transportar uma pessoa em cadeira de rodas.

      O ideal é deixar o espaço interno da caixa e corrida em 1.50 x 1.50 m.

      Espero ter ajudado!
      Um abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vai Comprar um Elevador?

Você pode economizar até 15 mil reais com a nossa ajuda.

Rolar para cima